Lampard busca o sucesso, agora a partir do banco

Foto: Perfil do Chelsea Football Club no Facebook.

Artigo Especial

 

“Super Frank Lampard”. Para os adeptos do Chelsea, Frank Lampard foi uma espécie de Clark Kent dentro das quatro linhas. O internacional inglês marcou uma era em Stamford Bridge, fez parte dos melhores anos da história do clube e agora está de regresso para orientar a equipe principal. Lampard quer escrever mais uma página bonita na sua ligação aos “Blues”.

Uma Liga dos Campeões, uma Liga Europa, uma Taça Intertoto, três edições da Premier League, duas da FA Cup, o mesmo número de Taças da Liga e outras tantas da Supertaça inglesa. Para se perceber a dimensão do fenômeno, até à última época, Frank Lampard tinha ajudado o Chelsea a conquistar metade das edições do campeonato inglês que os londrinos possuem em sua galeria de troféus. Produto da base do rival West Ham, Frank Lampard chegou a Stamford Bridge na temporada 2001-2002 e afirmou-se de imediato, iniciando um percurso que só terminaria em 2013-2014, com posterior transferência para o New York City e uma (polêmica) passagem pelo Manchester City a título de empréstimo. 

“Frankie” pendurou as chuteiras em 2016 e muitos foram os que fizeram premonições relativas a uma possível carreira de treinador, dada a inteligência que denotava dentro de campo. Na última temporada (2018-2019), a direção do Derby County decidiu apostar nos serviços de Lampard e a temporada esteve bem perto de ser memorável para os “Rams”. Os comandados de Frank Lampard alcançaram um lugar no playoff de subida do Championship, venceram o Leeds United de Marcelo Bielsa nas semis, mas na decisão em pleno Wembley, perderam para o Aston Villa por 2 a 1.

Foto: Perfil do Chelsea Football Club no Facebook.

 

Em Stamford Bridge, Roman Abramovich e companhia assistiram à campanha do Derby com particular interesse. Com a saída de Maurizio Sarri, a formação londrina apontou mesmo à contratação de Frank Lampard. A seu favor, Lampard tem dois pontos: é uma figura da história do clube muito respeitada pela massa adepta e aceitou o cargo numa altura difícil, dado que o Chelsea está impedido de contratar. As odds disponíveis relativas ao desempenho final do Chelsea na atual temporada vão flutuando, assim como os valores da denominada bolsa esportiva, importando seguir o percurso de Lampard no clube a par e passo para se perceber até onde vai chegar a equipe. 

Em relação à temporada passada, Lampard não contará com um dos jogadores mais influentes das últimas épocas, nada mais nada menos que o internacional belga Eden Hazard, agora jogador do Real Madrid. Antes de a UEFA ter sancionado o Chelsea, os “Blues” já tinham assegurado a contratação de Pulisic, principal novidade para a atual temporada, e efetivado a contratação de Kovacic, que se encontrava no clube por empréstimo.

Para além da participação nas provas domésticas nesta temporada 2019-2020 e de já ter jogado a Supercopa da UEFA (perdida para o Liverpool), o Chelsea regressa à fase de grupos da Liga dos Campeões da UEFA e ocupa um dos lugares no pote 1, em virtude do fato de ter vencido a Liga Europa. Será que a equipe azul conseguirá retomar a coroa do continente como o fez em 2012? Isso só o tempo dirá.

 

Licença Creative Commons
O trabalho Imortais do Futebol – textos do blog de Imortais do Futebol foi licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição – NãoComercial – SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em imortaisdofutebol.com.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *