Gols históricos de Neymar fazem Seleção Brasileira crescer nas cotações de apostas para o Mundial de 2022

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

 

As Eliminatórias do Mundial de 2022 começaram de forma especial para Neymar. O camisa 10 da Seleção Brasileira fez três gols na vitória por 4 a 2 contra o Peru, e, além de se colocar na artilharia do torneio, se transformou no segundo maior goleador da equipe nacional, atrás apenas de Pelé. Assim, o Brasil mostra que o favoritismo que possui nas cotações de apostas exchange para Copa do Mundo no Catar pode ser confirmado pelo excelente momento de seu principal jogador.

Diferentemente da forma tradicional de apostas, o modo exchange é uma espécie de bolsa de valores de apostas de futebol com segurança. Ou seja, as cotações das equipes acabam variando quando mais pessoas apostam nela. Além disso, o próprio apostador pode definir quanto ele acredita que vale a pena pagar na cotação. É exatamente o que acontece no mercado de ações tradicionais, mas que aqui funciona como aposta.

Neste modo exchange, a Seleção Brasileira aparece ao lado da França, atual campeã mundial, como principal escolha dos apostadores para a Copa do Mundo de 2022. Espanha, Alemanha e Inglaterra aparecem logo atrás. A tendência desse otimismo com o Brasil é de crescimento, após o início promissor das Eliminatórias. O hat-trick de Neymar na vitória contra o Peru foi um marco histórico, o que sempre é um sinal positivo.

Os três gols de Neymar não serviram apenas para garantir o bom resultado contra o Peru, mas também para fazer história. Ele chegou aos 64 gols pela Seleção Brasileira e ultrapassou Ronaldo como segundo maior artilheiro da equipe. O atual camisa 10 está atrás apenas de Pelé, que marcou 77 gols durante a carreira com a camisa amarela. Um marco que pode ser alcançado, quem sabe, no Mundial de 2022.

 

Hat-trick histórico

Desde 2017, quando Paulinho fez três gols no Uruguai, a Seleção Brasileira não tinha nenhum jogador marcando tantas vezes em uma só partida. O curioso é que foi a quarta vez que Neymar conseguiu tal feito dentro de campo. A primeira vez foi contra a China, em amistoso disputado em 2012 e que acabou com vitória brasileira por 8 a 0. Em 2014, o atacante conseguiu dois hat-tricks, o primeiro contra a África do Sul e o segundo contra o Japão, ambos amistosos.

O detalhe é que o jogador marcou quatro gols na partida contra a seleção japonesa, e não apenas três. Porém, olhando os números, ele não é o jogador do Brasil que mais conseguiu fazer três em uma só partida. Pelé aparece novamente como líder na tabela de recordes. O maior jogador de todos os tempos fez, entre 1958 e 1964, sete hat-tricks com a camisa amarela. Um número do qual Neymar não deve conseguir chegar perto.

Apesar dessas comparações, a verdade é que o atual camisa 10 está na história da Seleção Brasileira como um dos maiores artilheiros de todos os tempos. Ultrapassar nomes como Ronaldo, Romário e Zico não é para qualquer um. O que falta para ele ficar de vez na memória dos torcedores é a conquista de uma Copa do Mundo. As apostas parecem otimistas quanto à possibilidade de isso acontecer em 2022, e Neymar sabe que pode fazer a diferença se continuar com essa fome por gols.

 

Licença Creative Commons
O trabalho Imortais do Futebol – textos do blog de Imortais do Futebol foi licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição – NãoComercial – SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em imortaisdofutebol.com.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Conteúdo protegido. Precisa de algo? Entre em contato com o autor.