Tite à beira de fazer história: caso vença a Copa América novamente, treinador realizará feito inédito pelo Brasil


Foto:@lucasfigfoto / CBF

 

A 47ª edição da Copa América é a oportunidade de a Seleção Brasileira defender o título conquistado em 2019 e também de levantar a taça pela 10ª vez. Já para o treinador Tite, a chance é de entrar para sempre na história da competição. Caso o favoritismo nas apostas se confirme dentro de campo, o atual comandante seria o primeiro treinador brasileiro a ser campeão do torneio duas vezes.

Apesar de a competição ser disputada na Argentina, cada prognóstico da Copa América 2021 aponta para um favoritismo absoluto do Brasil. Os bons resultados nas Eliminatórias e o elenco mais completo fazem com que os outros rivais, como a própria Argentina e o Uruguai, tenham cotações inferiores.

Caso confirme esse favoritismo e conquiste a competição, o atual comandante chegaria ao segundo título consecutivo, pois venceu a última edição do torneio em 2019. Seria o suficiente para superar nomes históricos como o de Zagallo, Luxemburgo e Parreira, e se transformar no único treinador brasileiro que conquistou a Copa América em duas ocasiões diferentes. Um feito importante, mas que ainda fica longe do recorde do argentino Guillermo Stábile, que venceu a competição com a Argentina em seis oportunidades diferentes.

A realização desse feito inédito terá como principais desafiantes a Argentina e a Colômbia, como mostram as cotações de apostas na Copa América. No dia 21 de maio, as duas equipes apareciam, respectivamente, com 31,3% e 16,1% de probabilidade de títulos. Elas ficam atrás apenas da Seleção Brasileira, que conta com 55,2% de chance de levantar a taça no dia 10 de julho. Isso significa que Tite só precisa confirmar o favoritismo para ficar marcado com os torcedores.

 

Sem derrotas na campanha

Outro marco importante do treinador Tite é o aproveitamento na Copa América. Na edição passada, quando foi campeã contra o Peru, a equipe terminou invicta e com quase 80% de aproveitamento nos jogos. Isso é algo que pode se manter durante a disputa deste ano, principalmente com o possível título.

Alguns nomes, como Daniel Alves e Thiago Silva, que foram convocados recentemente por Tite, poderiam se aposentar da Seleção Brasileira com um feito inédito. Eles seriam lembrados para sempre por fazerem parte de um elenco que ficou próximo da perfeição durante o torneio. Entretanto, para conseguir que isso se transforme em realidade, será preciso confirmar todo o favoritismo e ser campeão em campo.

As cotações de apostas podem trazer um grande otimismo aos torcedores, mas Tite precisa trabalhar de forma árdua para transformar isso em resultado real. Ele já mostrou toda capacidade técnica que possui e merece todas as conquistas que teve na carreira. Entretanto, essa vitória na Copa América faria dele um treinador com um feito especial e que poucos nomes conseguiriam repetir. Seria uma premiação para um trabalho tão bem feito à frente da Seleção Brasileira.

1 thought on “Tite à beira de fazer história: caso vença a Copa América novamente, treinador realizará feito inédito pelo Brasil

  1. Qual sua opinião sobre “favorecimento” de equipes em competições? Acha que a Argentina não seria favorecida nesse torneio? Tem a polêmica da copa de 1978, por exemplo. O Brasil mesmo sendo a maior seleção tem pouca força na comenbol, é o que eu sinto… ou tô falando besteira?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Conteúdo protegido. Precisa de algo? Entre em contato com o autor.