Será que jogar em casa dará ao Brasil uma vantagem extra na Copa América?

 

Para a segunda edição sucessiva do torneio, o Brasil sediará a Copa América, após a decisão de remover Argentina e Colômbia como anfitriões devido ao aumento das taxas de infecção pelo coronavírus nos respectivos países. É um golpe para aquelas duas nações, particularmente para a Argentina, que está em busca de seu primeiro triunfo na Copa América desde 1993. 

No entanto, sua perda é o ganho do Brasil, e agora os atuais campeões têm a chance de repetir o sucesso de dois anos atrás, onde venceram o torneio em seu próprio campo. É claro que o Brasil é sempre um dos favoritos nas apostas Copa América Brasil, mas o fato de terem a oportunidade de utilizar a vantagem de jogar em casa mais uma vez pode dar a eles esse impulso extra.

 

Repetindo o passado

Foi um momento glorioso para o Brasil quando conquistaram a Copa América em 2019, encerrando uma série de 12 anos sem ganhar o torneio sul-americano. Eles passaram pela fase de grupos sem sofrer um gol e, depois de sobreviverem a um susto de derrotar o Paraguai nos pênaltis nas quartas-de-final, produziram uma performance estelar para vencer a Argentina nas semifinais. Na final, o Brasil bateu o Peru por 3 a 1 para levantar o troféu.

O objetivo agora é redescobrir essa forma de dois anos atrás e cimentar seu status de favorito nas cotações Copa América. Eles dizem que as coisas nunca acontecem da mesma maneira duas vezes, mas com muita confiança conquistada ao vencer o evento em 2019, é justo dizer que o Brasil terá que suar muito na Copa América de 2021, especialmente dado o fato de que eles estarão nos confins familiares dos estádios onde jogam regularmente. 

Edição estranha

Naturalmente, o torneio deste ano assumiu um formato diferente do habitual. Com as equipes convidadas da Austrália e do Qatar sendo forçadas a se retirar por causa da pandemia do coronavírus, os chefes da CONMEBOL foram forçados a encontrar uma solução diferente. Agora, a Copa América de 2021 será composta por dois grupos de cinco equipes, com os quatro primeiros de cada grupo avançando para as quartas-de-final. É um formato estranho, mas talvez seja apropriado para estes tempos estranhos em que estamos vivendo.

É difícil dizer se esta mudança no sistema irá beneficiar ou dificultar o Brasil, mas o fato de estar ocorrendo em solo nacional lhes dá uma ligeira vantagem. Se vencerem o grupo, jogarão contra o quarto colocado do outro grupo, o que pode levar a uma passagem relativamente fácil para as semifinais. Muitas vezes, o maior obstáculo na Copa América pode ser a fase de grupos ou as quartas-de-final, e o Brasil fará de tudo para vencer seu grupo e se preparar para um caminho mais fácil até a final.

Jogadores estrelas

Marquinhos comemora: zagueiro tem feito vários gols pelo Brasil. Foto: Getty Images

 

É claro que o Brasil tem muitos jogadores talentosos que estarão se destacando para ajudar sua equipe a se destacar mais uma vez. Atletas como Richarlison, Marquinhos, Alisson e Casemiro estão entre os mais influentes da equipe e terão um papel importante a desempenhar se o Brasil quiser sair vitorioso. Depois há Neymar, o capitão e principal estrela do Brasil. Se o atacante do Paris Saint-Germain puder encontrar sua melhor forma em solo nacional, então é difícil ver como qualquer um pode parar a seleção canarinho.

1 thought on “Será que jogar em casa dará ao Brasil uma vantagem extra na Copa América?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Conteúdo protegido. Precisa de algo? Entre em contato com o autor.