Racismo no Esporte – Entenda mais sobre essa pauta


 

Antes de qualquer debate ou argumento, é importante informar que o texto abaixo é generalista, já que as generalizações são possíveis e práticas quando o assunto é relativamente recorrente e de importante debate como o racismo. Logo, se você não se considera racista, ou melhor, ainda é antirracista, é claro que as questões não se aplicam.

 

 

Casos de racismo durante a Eurocopa

Recentemente, o racismo no futebol esteve em pauta mais uma vez devido às ofensas praticadas contra os jogadores da seleção inglesa, que perdeu a final da Eurocopa  nos pênaltis para a Itália. Uma coincidência infeliz do destino quis que Marcus Rashford, Jadon Sancho e Bukayo Saka, três atletas negros da Inglaterra, perdessem as suas cobranças. 

Além das diversas ofensas racistas proferidas contra os atletas em seus perfis nas redes sociais, um famoso mural pintado na cidade de Manchester, em homenagem a Marcus Rashford, que é natural da cidade, também foi vandalizado com uma ofensa racista. No entanto, ainda que se trate de um episódio que, além de lamentável e repugnante, ainda é criminoso, tal ato gerou uma gigante onda de apoio ao jogador. Antes de ser restaurado pelo artista responsável pela obra, centenas de pessoas cobriram as ofensas com flores e demonstraram todo seu apoio ao atleta.

O mural de Rashford ganhou diversas mensagens de solidariedade.

 

O episódio foi repudiado pelo primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, além do Príncipe William, e uma série de personalidades, oficiais e celebridades. Como o racismo também é crime na Inglaterra, a Unidade de Polícia de Futebol do Reino Unido está conduzindo uma ampla investigação e, até o momento, quatro pessoas foram presas por abuso racista online.

 

Atenção com racismo durante os Jogos Olímpicos

Além desse episódio da Eurocopa, é importante salientar que não se trata de um caso isolado, pois há uma expectativa a respeito do comportamento das pessoas durante os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Mesmo que, devido à pandemia da COVID-19, os eventos não tenham a presença de torcedores, o monitoramento de diversas entidades deve verificar o comportamento nas plataformas online, com investigações a respeito de crimes de ódio realizados online.

O esporte é algo que move paixões, devido à emoção das mais diversas modalidades e de seus torcedores. No entanto, é importante salientar que tal possibilidade não serve, em hipótese alguma, como pretexto ou desculpa para que algum crime de ódio seja cometido, mesmo que de modo online.

Caso você presencie algum comportamento online considerado racista, não se omita, pois a maior parte das plataformas permite que tais atitudes sejam denunciadas. Por isso, denuncie o perfil para que tal prática não seja perpetuada. Mesmo que muitas pessoas julguem tal comportamento, é importante lembrar mais uma vez, que se trata de um crime. Os comentários, além de ofenderem, desencadeiam uma série de outros comportamentos de ódio em outras pessoas que se sentem encorajadas a tal.

Por isso, quanto antes as falas e comentários racistas forem reprimidos, esse ciclo e corrente de crimes é interrompido, o que é benéfico para toda a sociedade, por isso, não se omita diante do racismo.

3 thoughts on “Racismo no Esporte – Entenda mais sobre essa pauta

  1. Crimes como racismo é discriminação são sempre lamentáveis e infelizmente as pessoas não percebem o quanto isso faz mal aos outros. Se esses delitos merecem punição, esperemos que o futebol continue espontâneo sem perder a alegria de sempre. Mais importante que combater estes crimes é criar um ambiente onde o talento e a valorização do outro enquanto ser humano seja sempre o objetivo, tal como queria Martin Luther King.
    Parabéns pelo site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Conteúdo protegido. Precisa de algo? Entre em contato com o autor.